sábado, 4 de dezembro de 2010

Tiririca é absolvido !

O humorista Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, foi absolvido, na última quarta-feira, da acusação de ter falsificado a declaração de escolaridade entregue ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP).
A ação interposta pelo promotor de justiça Maurício Antonio Ribeiro Lopes apontava que Tiririca era analfabeto e teria falsificado a declaração de escolaridade entregue à Justiça. O comediante estava respondendo pelo tipo previsto no art. 350 do Código Eleitoral, por ter inserido declaração falsa da que devia ser escrita, para fins eleitorais.
No dia 11/11 do corrente ano, o humorista foi submetido a um teste de leitura e escrita. Nesse dia, Tiririca leu dois títulos e dois subtítulos de um jornal de circulação paulista. Tiririca também foi submetido a um ditado, onde teve de escrever a frase “A promulgação do Código Eleitoral em fevereiro de 1932, trazendo como grandes novidades a criação da Justiça Eleitoral”. O juiz Aloísio Sérgio Rezende Silveira, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, afirmou que o humorista demonstrou um mínimo de intelecção do conteúdo do texto, apesar da dificuldade escrita.
Para ser considerado apto, a Justiça entende que bastam noções rudimentares de leitura e escrita para poder ser candidato a qualquer cargo eletivo do Brasil. Segundo o TER, são considerados inelegíveis apenas os candidatos analfabetos absolutos, e não os funcionais.
O Ministério Público ira recorrer da decisão.

0 comentários:

Postar um comentário

Usuários pelo mundo

Visit http://www.ipligence.com